Filed in Entrevistas

Mila fala sobre Rubis com a Harper’s Bazaar UK

Mila conversou um pouco com a revista Harper’s Bazaar UK sobre sua nova campanha, e sobre o que acha sobre pedras preciosas. Confira a entrevista abaixo:

Como você se envolveu com a Gemfields?

Eles falaram comigo há uns três anos atrás. No começo eu estava um pouco confusa, pois eu não sabia que joias poderiam ter uma embaixadora! Eu sempre relacionava mineração com situações negativas, particularmente com diamantes, mas depois que fui para Zâmbia e vi como eles trabalham, a ética deles com as pedras, como a Gemfields ajudou a comunidade; construindo escolas e maternidades, eles cuidam da população. Tudo era incrivelmente transparente e eu me apaixonei pela marca, me apaixonei pelo país, e eu quis fazer parte disso.

Como você decide com qual marcas vai trabalhar?

Minha regra é: Se eu fosse comprar, eu gostaria de trabalhar com eles. O que fez a Gemfields ser diferente de qualquer outra linha de joias, foi a história por trás disso. Eu conheci Ian (Harebottle, CEO da Gemfields) que comanda a empresa, e eu amei tudo que ele representa, e isso fez a diferença.

Você acha importante usar o público para trazer consciência para causas como esta?

Eu acho importante as pessoas abraçarem a marca e sua história – contanto que saibam de onde vem e você concorde com isso, acho que é a escolha certa. Eu diria que hoje é realmente importante se educar sobre qualquer coisa, de onde vem e como é feito. Trabalhar com a Gemfields me educou imensamente, me ensinou muito sobre como funciona a mineração em geral, seja diamante ou pedras preciosas. Me deu uma compreensão do que faz as pedras preciosas diferente dos diamantes, e eu acho por isso eu gravitei para as esmeraldas e rubis.

O que você acha que faz os rubis tão especiais?

Eles são ricos de cor, tem algo sobre os rubis que eu acho bem suave, mas eles são ardentes ao mesmo tempo. Eles são muito quentes. O anel de casamento da minha avó – nós não temos anéis de noivado na Rússia, por isso é seu anel de casamento – era de rubi. Então de uma forma estranha, rubis representam o amor para mim, é isso que associo. Eu ainda tenho o anel e significa muito para mim.

O que você acha sobre as peças de joalheria, pedras preciosas particularmente, o que as torna tão especial?

Quando eu fui para a mina, eu aprendi que cada pedra preciosa tem sua própria impressão digital. Você pode olhar para uma esmeralda através de um microscópio e você pode dizer que é dessa mina especifica e desse país – Pois cada pedaço de esmeralda tem sua impressão digital, cada esmeralda é imperfeita. Elas tem uma descoloração ou uma rachadura, é específico do país de onde ela vem. Eu achei que isso era uma coisa bonita e maravilhosa que cada pedra preciosa é única. Tem algo realmente especial sobre isso, não é igual a qualquer outra coisa.

 

Share

Leave a Reply